top of page

Venda de seguro para equipamentos elétricos cresce 25%; patinetes são os campeões

Assim como a venda de veículos elétricos, como bikes, skates e patinetes cresce a cada ano, a venda de seguro para esses equipamentos também aumenta. Somente em 2022, segundo a fabricante Two Dogs, houve um aumento de 25% na contratação desse tipo de serviço no segundo semestre, em relação ao primeiro. Os patinetes elétricos estão no topo da lista de preocupações dos usuários: 85% dos seguros contratados são para esse tipo de equipamento, segundo a empresa.

Imagem: divulgação/ Two Dogs


“Com essa nova onda dos elétricos chegando nas grandes cidades, também têm aumentado os casos de roubo ou furtos”, explica Renato Viana, da Wosi Seguros.


“Alguns clientes compram o patinete e já contratam o seguro para evitar contratempos. É uma forma de se proteger e não perder dinheiro”, diz Lucas Zeferino, head de marketing da Two Dogs.


Foi o caso do bancário Walter Wilson Krama, que comprou um patinete elétrico da Two Dogs, que foi roubado em 2022 em Curitiba. “Eu contratei o seguro pelo fato de ser um equipamento caro e para ficar tranquilo em relação a roubos”, explica. Segundo Krama, o equipamento foi roubado em casa, no quintal.


“Casos assim têm acontecido com frequência e, por isso, a procura pelo seguro aumenta. É uma forma de não estragar a diversão tendo dor de cabeça”, diz Zeferino.


No caso de Krama, a solução demorou cerca de um mês e ele ganhou um equipamento novo, mais moderno do que o anterior. “Disseram que não tinha o mesmo modelo que o que eu tinha, então me ofereceram um outro modelo”, conta o bancário.


“Geralmente quando se pensa em fazer um seguro, é de algo que a pessoa se importa bastante”, diz Viana. “Quando se trata então de um veículo elétrico, o qual muitas vezes, acaba se tornando o meio de locomoção daquela pessoa, o seguro passa a ser ainda mais essencial porque é uma forma de você garantir a sua tranquilidade, caso possa vir a acontecer algum imprevisto”, diz.

Imagem: divulgação/ Two Dogs


Segundo a Two Dogs, 85% dos seguros contratados são para os patinetes elétricos. Em seguida, está o seguro para bikes elétricas (10%) e bikes tradicionais (5%). A contratação de seguro é mais comum em cidades do Paraná (51%) e Santa Catarina (14%).

Dados da Associação Brasileira dos Fabricantes de Motocicletas, Ciclomotores, Motonetas, Bicicletas e Similares (Abraciclo) mostram que somente a fabricação de bicicletas elétricas no Brasil aumentou 5,4% em 2022 em relação ao ano anterior. A Two Dogs, empresa fabricante de equipamentos elétricos, como skates, patinetes e bicicletas, prevê um aumento de 72% no faturamento neste verão em relação ao período de inverno do ano passado.


0 comentário
bottom of page