top of page

Os bastidores da nomeação de Fernando Haddad ao Ministério da Fazenda

O nome ''vazado'' de Fernando Haddad na Fazenda aconteceu já algum tempo, e com isso o mercado pode 'precificar' a ideia de ter o ex-Prefeito de São Paulo na pasta econômica do Brasil.

Imagem: Internet


O clima nos últimos dias foi de frustração com o nome petista, e hoje confirmou-se o que a maioria do mercado já esperava, com isso, a repercussão financeira não foi grave.


Um dos sócios da GT Capital, inclusive, disse que a indicação de Haddad não tem relação com a bolsa (que estava em alta), pois a bolsa está mais relacionada com a melhora do dólar, por conta dos dados da inflação nos EUA e por conta do IPCA no Brasil. A declaração foi para o E-Investidor, e foi dada por Caio Canez.


Cabe lembrar que em dias de jogo do Brasil, o mercado também ''para''. O anúncio de Haddad foi na faixa das 11h, o jogo do Brasil começou ao meio-dia. A estratégia de informar oficialmente o nome de Fernando Haddad hoje, é justamente por conta dos próximos passos: outros nomes ainda virão, e isso significa que as indicações mais técnicas podem fazer com que o mercado brasileiro fique estável.


Haddad é tido como um dos sucessores de Lula, e isso significa também que a pasta econômica não sofrerá tantas ''disputas políticas'', já que o ex-Ministro da Educação é do mesmo partido do Presidente.

O ex-Ministro da Educação é bacharel em direito, mestre em economia e doutor em filosofia. Mesmo tendo economia em seu currículo, suas maiores conquistas políticas estão no âmbito educacional, sendo considerado um dos melhores Ministros da Educação que o país já teve, de acordo com especialistas.


Quando foi Prefeito de São Paulo, Haddad ''arrumou'' a casa, mas não foi o suficiente para ser reeleito. O mercado entende, também, que Lula não é 'burro', e sabe que ele estará de olho no futuro nº 1 da economia brasileira.


Agora é aguardar os próximos passos, entre eles: a formação da equipe econômica.


Paulo Guedes, o atual Ministro da Economia, provocou Haddad:

''Tem certeza que quer sentar nesta cadeira?''

A fala foi durante um encontro entre os dois, e Haddad somente riu. Paulo Guedes falou para o seu sucessor do papel do ministério em garantir recursos durante a pandemia e, também, da negociação para frear a ampliação de gastos com a folha de pagamento nos três níveis governamentais, o que ajudou os Governadores fecharem as contas no azul.


Haddad encontrará no Congresso Nacional, uma frente grande de opositores, e deverá ter a ajuda de outros nomes do primeiro escalão do futuro Governo para, de fato, ter boa articulação política.

0 comentário
bottom of page