top of page

O Regionalismo Sonoro 7/10

O Rio de Janeiro é conhecido como a terra do samba, tal qual São Paulo é a terra da garoa. Apesar do estilo estar presente em todo o Brasil, é no RJ que a sua história se multiplica, misturando-se com a história das regiões do estado.


Neste episódio, no entanto, não é o samba o estilo que vamos falar, mas sim do rock, vindo do Rio. A Banda Klinsh é um exemplo de que não é o lugar quem faz a pessoa, mas a pessoa (neste caso a banda) pode fazer o lugar, mesmo que muitos duvidem.


Representando a Klinsh, Lito concede uma entrevista ao Portal Futuro Livre e explica melhor:


"Apesar de ser terra do samba, nunca sofremos nenhum preconceito, acredito que o maior problema no Rio de Janeiro é a falta de locais dispostos a dar oportunidade para as bandas de rock como dão para bandas de pagode!"

O grupo, apesar do estilo visível do rock, não tem especificamente uma bandeira, mas a abordagem da Klinsh vai de falar sobre relacionamentos aos temas relacionados ao dia a dia.

Imagem: divulgação


Sobre o rock, em geral, Lito passa a sua visão:


"Acredito que rock ainda é uma ferramenta de desafogo para uma parcela da sociedade, acredito que através do rock podemos expressar muitas coisas que sentimos e vemos ao nosso redor, além de acreditar que o rock é um estilo de vida!"

Em março, fez um ano do último trabalho da banda: "Siga Em Frente". O Portal Futuro Livre até tentou um spoiler dos próximos projetos, mas o que Lito pode dizer que eles precisam colocar os lyrics vídeos em clipes, ou seja, de um jeito ou de outro está vindo coisa boa para os amantes do rock.




0 comentário
bottom of page