top of page

Justiça japonesa condena a morte homem que matou 36 em incêndio

Um homem foi condenado a morte por incendiar, em 2019, os estúdios da Kyoto Animation e assassinar 36 pessoas, e deixar feridas cerca de 32, no Japão. A sentença saiu hoje, 25, de acordo com a imprensa local.


Shinji Aoba, de 45 anos, já admitiu ter provocado o incêndio e disse estar arrependido do crime. A defesa dele argumentou, na época, que Aoba sofre de problemas psiquiátricos.

A Justiça japonesa, no entanto, entendeu que ele não sofria de transtornos metais na época em que o incêndio ocorreu.


O juiz do caso, aliás, afirmou ao ler que a sentença, que o crime era "verdadeiramente cruel e desumano".


Em 2023, Aoba, quando confessou o crime, ele afirmou que tinha ido longe demais e que não imaginava que provocaria tantas mortes. Ele teve praticamente 90% do corpo queimado e quase morreu.

0 comentário

Posts recentes

Ver tudo
bottom of page