top of page

Greve anunciada em SP mais uma vez

O Metrô e a Companhia Paulista de Trens Metropolitanos de São Paulo, entre ontem, 22, e hoje, 23, aprovaram uma greve para a próxima terça-feira, 28.

Imagem: reprodução/Daniel Teixeira/Estadão

Além do transporte público (exceto os ônibus), trabalhadores da Companhia de Saneamento Básico do Estado de São Paulo (Sabesp) e funcionários da Fundação Casa também decidiram aderir às paralisações. É a terceira paralisação, em dois meses, de metroviários.


A greve irá paralisar as linhas 1-Azul, 2-Verde, 3-Vermelha e 15-Prata do Metrô, e as linhas 7-Rubi, 10-Turquesa, 11-Coral, 12-Safira e 13-Jade, da CPTM.

O motivo da greve são as privatizações. “Vamos fazer uma greve unificada contra o plano de privatizações do Governador [de SP] Tarcísio [de Freitas, Republicanos], contra os planos de terceirização, contra as demissões feitas de diretores sindicais e também os cortes de verbas na educação.”, disse Camila Lisboa, presidente do sindicato dos metroviários, ao Estadão.


Os metroviários estão dispostos a trabalhar terça-feira se, e somente se, Tarcísio de Freitas aceitar a catraca livre.



0 comentário
bottom of page