top of page

Enquanto não houver morte, não vai parar!

Internet não é terra de ninguém e isso todo mundo já sabe, ao menos deveria saber. Situações como as que ocorreram no fim de 2022: Gkay, Porchat, tweets antigos e ambulância na história, só provam que cada vez mais as pessoas estão sem noção do limite de um pensamento.

Imagem: reprodução/Metrópoles


Numa democracia, liberdade não pode ser confundida com libertinagem. Sem entrar em méritos de quem está certo ou não, houve quem foi parar no hospital por conta desta história.


Não muito distante, Luísa Sonza já falou até que pensa em morrer por conta dos haters. O excesso de ódio é uma situação complexa. Parece que as pessoas estão ficando piores com o passar dos anos e isso é triste demais.




0 comentário

Posts recentes

Ver tudo
bottom of page