top of page

Deputado Alexandre Frota quer suspender o Pix

Criado para facilitar as transações bancárias, o Pix está sendo utilizado diariamente por milhares (quiçá milhões) de pessoas todos os dias. Bandidos acabam se aproveitando, diariamente, de inocentes, com sequestros relâmpagos, sempre no intuito de realizar transações via Pix.


O Deputado Federal Alexandre Frota, do PSDB-SP, apresentou um projeto na quinta-feira, 30, para suspender as transferências via Pix até que o mecanismo seja, enfim, regulamentado pelo Banco Central.


"Em substituição ao conhecido crime da saidinha de banco, os criminosos inovaram neste sentido, agora estão sequestrando pessoas, de forma rápida, para que se façam transferências utilizando esta nova ferramenta bancária, o Pix.", palavras de Frota.



Imagem: Câmara dos Deputados


Ele defende que a regulamentação responsabilize os bancos pelas transferências ilegais.


O Brasil, como todos sabem, é conhecido pelos próprios brasileiros como o país da impunidade. Perguntar não ofende: por que não mudar a lei e reforçar a penalidade para os criminosos?


Num país que, infelizmente, os criminosos se beneficiam por leis ultrapassadas, não é justo com pessoas de bem acabar, ainda que temporariamente, o que vem facilitando o mundo bancário.


Não seria a hora de reforçar a segurança nas ruas? Não seria a hora dos Três Poderes se juntarem e não prejudicarem a população em geral?


O Pix facilita (e muito), e a vítima não pode ser responsabilizada pelos erros de anos no país.

0 comentário

Posts recentes

Ver tudo
bottom of page