top of page

Bebida alcoólica, cigarro e outros na mira do 'Imposto Sobre o Pecado'

O Senador da República Roberto Rocha, do PSDB de Maranhão, sugere que o IPI, o Imposto Sobre Produtos Industrializados acabe sendo substituído pelo Imposto Seletivo. Na prática, o novo imposto incidiria sobre produtos que prejudicam à saúde, como bebidas com açúcar, produtos que podem danificar o meio ambiente, além de cigarros e bebidas alcoólicas.



Imagem: Pixabay


Já conhecido como 'Imposto Sobre o Pecado', o objetivo é parar a estimulação destes produtos. Só que a medida, considerada polêmica, enfrenta resistência dos setores; a Associação Brasileira de Bebidas, a Abrabe, emitiu nota e disse:


"O IS não pode implicar em aumento de carga tributária, pois não estimula o consumo, apenas provocaria ainda mais o aumento da ilegalidade."

0 comentário
bottom of page